Pular para o conteúdo
Converse conosco Escolha uma das opções
Whatsapp

10 Soft Skills para médicos do futuro


O mundo está sempre em atualização e não dá para não acompanhar as melhorias que a tecnologia e a experiência trazem nessa atualização, principalmente na Medicina. Por isso, para que você se torne um médico de sucesso, muito a frente do seu tempo, a gente traz Soft Skills que você precisa incluir na sua carreira para não ficar ultrapassado.

  1. Boa Comunicação

Você precisa falar a língua do paciente. Para isso, precisa entender a realidade que ele está inserido. Não dá para usar termos técnicos que você mesmo só ouviu na sala de aula em atendimento, né? Guarda eles para os congressos e debates com os colegas da área. 

Afinal de contas, um médico acessível, que faz o paciente entender a própria situação consegue não apenas ajudar no tratamento, mas também conquista um admirador que certamente voltará. 

  1.  Inteligência emocional 

A sobrecarrega pode levar você a cometer algumas falhas. No exercício da Medicina, qualquer deslize pode acarretar consequências inadmissíveis.

Por isso, entenda os seus próprios limites e respeite-os! médicas e médicos não são máquinas e também precisam de assistência. 

 A falta de inteligência emocional ainda pode gerar indisposição com colegas e impasses diante de situações desafiadoras.

Equilíbrio é o ponto-chave para o sucesso, respeite-se. 

  1. Inclua novas tecnologias 

A Medicina, assim como o mundo, tem se tornado cada vez mais tecnológica. Não se adaptar às tecnologias e usá-las a seu favor é estar fora do páreo. 

Invista um tempo (e algum dinheiro) em se atualizar para que a sua atuação tenha um diferencial que chame a atenção do paciente. 

Lembre-se de também estar incluso nos espaços tecnológicos, principalmente relacionados à sua imagem (como redes sociais, por exemplo). Se o mundo não sabe que você é o melhor, então você não é o melhor. #ficaadica. 

  1. Seja confiante

Nem sempre as coisas virão no tempo que você espera – e tá tudo bem também! O que não pode é desistir. Como diria o grande filósofo brasileiro Renato Russo, “Quem acredita sempre alcança”. Pode parecer clichê, mas quanto mais você tenta e se dedica (sempre respeitando seus limites, é claro), mais chances você tem de alcançar o seu objetivo. E, se você faz isso de forma confiante, a jornada fica mais leve (e menos ansiosa).

Por isso, planeje seu espaço e suas metas e esteja confiante que, com tudo organizado, as coisas irão acontecer.

  1.  Espírito de liderança

Ainda que você não tenha pretensões em ser um grande líder, algumas situações vão exigir de você um posicionamento enquanto liderança. Seja no seu consultório, na equipe para o trabalho da faculdade, no grupo do internato, na sua residência médica, em qualquer lugar que você esteja, ter clareza e ser racional para conduzir quando for necessário e obter os melhores resultados são habilidades que farão de você um profissional de destaqe. Quem ia querer abrir mão de alguém assim?

  1. Ande lado a lado com a Ética

A gente sabe que ascender na vida é uma meta para todo mundo, independentemente da área. Mas, na Medicina, nunca, jamais, em hipótese alguma, deve ser desconsiderado o seu papel social.

Por isso, lembrem-se de preservar a identidade do paciente, de nunca quebrar o sigilo médico e esteja sempre acompanhado do princípio da equidade (levando em consideração as diferenças entre os pacientes para buscar uma igualdade). 

O Código de Ética Médica será sempre seu companheiro mais assertivo. 

  1. Saiba negociar

Tente sempre chegar a um consenso para que ambas as partes estejam satisfeitas. Isso é importante tanto no trato com aquele paciente que parece ser mais difícil, tanto com colegas de trabalho.

A negociação é fundamental para evitar perdas (de paciente, de dinheiro, de energia e de paciência). Então, durante os diálogos, busque fazer perguntas (foco na anamnese) para descobrir como conseguir chegar a um ponto em comum e realizar a negociação. 

É importante ressaltar também que, tendo uma clínica própria, você precisará saber negociar também com fornecedores e parceiros. Então, ao fechar o acordo, lembre-se sempre de confirmar as decisões e informar os próximos passos. 

  1. Compartilhar conhecimento

Conhecimento guardado é conhecimento perdido! É muito importante que, enquanto médica ou médico, você cumpra com a principal função da sua profissão: Salvar vidas! Por isso, tenha sempre em mãos um leque de informações que possam contribuir para que o seu paciente entenda a própria situação e os caminhos aos quais ela pode levá-lo. 

Neste ponto, vale lembrar a importância da comunicação eficiente. 

  1. Gestão de tempo

Vamos falar sobre a galera da medicina nunca ter tempo? Pois é, essa é uma das queixas mais realizadas por estudantes e médicos. Mas, como já dito antes, tudo na vida que dá certo vem acompanhado de equilíbrio.

Não dá para você cobrar de um paciente que ele respeite seu corpo e tenha momentos de lazer se você mesmo não os tiver. Por isso, lembre-se de gerir o seu tempo dividindo-o em estudo, trabalho e momentos para você. O mundo precisa de você, mas você precisa mais!

  1. Sustentabilidade 

Ser sustentável é estar no presente e no futuro ao mesmo tempo. Isso porque você age com os recursos disponíveis pensando em quem vai precisar desses recursos no futuro. Por isso, escolha métodos sustentáveis dentro da Medicina, opte por usar produtos que busquem reduzir o impacto ambiental e procure alternativas que reduzam a quantidade de insumos sem reduzir a qualidade no atendimento. Assim, ganha você e ganha o mundo!

Conheça um pouco mais sobre a medicina sustentável e inclua opções na sua atuação.

Banner Teste